Fiéis se reúnem em Longuinópolis para celebração da Festa de Reis

Mais de 1800 almoços foram servidos gratuitamente à comunidade

Fiéis da Capela São Miguel Arcanjo de Longuinópolis, distrito de Braganey, se reuniram neste domingo, 6, para a comemoração da tradicional Festa de Reis. A missa, que teve início às 10h, foi celebrada especialmente pelo Arcebispo Dom Mauro Aparecido dos Santos. A Festa de Santos Reis é liturgicamente chamada de Epifania, como conta o arcebispo. “Essa festa litúrgica significa epifania, que é a manifestação de Deus. Os três reis magos tem essa importância porque vieram de vários lugares longe de Jerusalém e de Belém, para assim dizer que Jesus, ele não é só salvador dos Judeus, mas ele é salvador de todas as pessoas, de todas as nações. Por isso a Festa dos Santos Reis, a festa da epifania do Senhor, tem por objetivo revelar a todos nós, que Jesus veio para salvar todas as pessoas, não somente os Judeus.”

A liturgia da celebração falou da visita que os Reis Magos fazem a Jesus em Belém. “Lá encontrando eles fazem o ato de adoração. Reconhecem naquela simples criança tão pobrezinha ali está Deus. Por isso eles entregam três tipos de presentes: o ouro significando a realeza, o rei. O infenso simbolizando a divindade, então aquela criança é Deus. E a mirra, significa o sofrimento que essa criança vai ter na cruz para poder salvar a todos nós. Então a paixão e morte de Jesus cristo.”

A Festa do Reis continuou ainda depois da missa com uma procissão e uma encenação feita pela Companhia de Reis de Longuinópolis. A Companhia tem 19 anos e conta hoje com cerca de 30 participantes.

Paulo Henrique Lopes é um dos seguidores e responsável pela organização da Festa, de acordo com ele, os foliões passaram por toda a região visitando as casas dos devotos. “Nós passamos pela cidade de Braganey, pelas comunidades e sítios, por Santa Isabel e Iguatu. Não conseguimos fazer mais por causa do tempo que foi pouco”.

O encerramento das celebrações foi marcado pelo tradicional almoço servido gratuitamente à comunidade. A arrecadação de alimentos também superou as expectativas, somente em carne foram mais de 200 kg de frango e 200 kg de carne de porco. A Companhia comprou ainda mais 775 kg de carne bovina. O almoço incluiu também pão, arroz, mandioca e saladas. Foram servidos mais de 1800 almoços. “A caminhada é sempre muito difícil, mas é consagrante no final” finaliza Paulo.